Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Servidores do Campus São Mateus participam do CONAPI

Publicado: Quarta, 24 de Abril de 2019, 01h04 | Última atualização em Quarta, 24 de Abril de 2019, 01h08


A Professora de Língua Portuguesa, Adriana Pin, o professor de Física, Cleidson Venturine, a coordenadora do Napne, Georgia Bulian Souza Almeida e a professora de Atendimento Educacional Especializado (AEE), Laís Perpetuo Perovano, participaram do CONAPI (Congresso Nacional de Práticas Inclusivas) no qual foram apresentados três trabalhos com enfoque em práticas inclusivas desenvolvidas no Ifes - Campus São Mateus. Também foi ministrado minicurso intitulado “Desenvolvimento de Recursos Didáticos para Alunos com Deficiência” pela docente Laís Perpetuo Perovano (Ifes - Campus São Mateus) em parceria com o professor Douglas Ferrari (UFES).

Durante a realização do evento foi lançado o Livro “Práticas Inclusivas: saberes, estratégias e recursos didáticos”, organizado pelos professores Laís Perpetuo Perovano e Douglas Ferrari, no qual, em seu capítulo 04, traz um relato sobre o desenvolvimento de um artefato de física voltado à escolarização de um estudante do curso técnico em mecânica integrado ao ensino médio, com paralisia cerebral. O mencionado capítulo é de autoria de docentes do Campus São Mateus.

O Congresso Nacional de Práticas Inclusivas: mediações e aprendizagens (CONAPI) aconteceu nos dias 08, 09 e 10 de abril de 2019, na Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro - UENF, em Campos dos Goytacazes - RJ.

O Congresso contou com a presença de vários pesquisadores que discutem diversos temas sobre a educação inclusiva. A programação abarcou palestras, mesas-redondas, minicursos, grupos de trabalho, lançamentos de livros e atividades culturais.

O objetivo do evento foi fomentar o debate interdisciplinar sobre educação inclusiva, tendo como eixo norteador as práticas de ensino e aprendizagem. O objetivo foi promover o conhecimento da área de educação inclusiva com vistas a disseminar estratégias de ensino e alavancar as políticas públicas educacionais que possam contribuir para o desenvolvimento e aprendizagem de diferentes sujeitos.

“A participação dos docentes neste evento possibilitou a troca de experiências contemplando profissionais de várias regiões do país, aquisição de novos conhecimentos e a participação em debates importantes em relação à educação inclusiva. Destaca-se a presença de palestrantes de renome nacional e internacional que contribuiu com a formação dos representantes do campus no congresso em relação às práticas inclusivas”. Geórgia Bulian.

registrado em:
Fim do conteúdo da página