Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Neabi promove palestra sobre a história e a cultura dos povos indígenas na formação da sociedade brasileira

Publicado: Sexta, 05 de Abril de 2019, 19h33 | Última atualização em Sexta, 05 de Abril de 2019, 20h15

Com o intuito de promover reflexões a respeito dos principais aspectos da história e da cultura dos povos indígenas, que caracterizam a formação da população brasileira, resgatando as suas contribuições nas áreas social, econômica e política e, favorecendo a abordagem da questão nas escolas de educação básica, o Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas do Campus São Mateus - Neabi, realizou no dia 28 de março de 2019, o minicurso “A história e a cultura indígena na formação da sociedade brasileira - contribuições nas áreas social, econômica e política", ministrado pelo palestrante da tribo Guarani da aldeia Caieiras Velha de Aracruz, Mauro Luiz Carvalho, mestre em Linguística Guarani pela UNB. O curso foi ofertado como formação continuada para servidores(as), com participação aberta aos discentes interessados.


Ires Pizetta, presidente do Neabi Campus São Mateus, explica que este curso é parte do plano de formação no âmbito das ações do Neabi. O tema em pauta emerge da Lei n° 11.645/2008, que passa a incluir nos currículos da Educação Básica a abordagem da questão indígena e a sua contribuição para a formação da sociedade brasileira. O curso fundamenta-se ainda no Plano de Desenvolvimento Institucional do Ifes, no que se refere ao desafio de programar e desenvolver planos e ações pertinentes à educação para as relações étnico-raciais, para, decididamente, combater toda e qualquer forma de racismo, discriminação e preconceito.


Logo após o minicurso, Mauro ministrou a palestra para os estudantes dos 4ºs anos do Técnico Integrado ao Ensino Médio. Na avaliação dos estudantes o curso foi de extrema importância, pois tiveram a oportunidade de ouvir um indígena contar a história do seu próprio povo pois este ainda é um assunto pouco discutido nas escolas.


Ires enfatiza que “as formações desta natureza se fazem necessárias para a compreensão e conhecimento das nossas raízes. Oportunizar a formação sobre a cultura indígena é também uma possibilidade de desconstruir preconceitos e estereótipos, temas negligenciado ao longo dos anos em todos os níveis de ensino de nosso país.”

Para maiores informações, entre em contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Palestra com os 4ºs anos 1


registrado em:
Fim do conteúdo da página