Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Ifes – Campus São Mateus participa do encontro da Olimpíada de Língua Portuguesa em São Paulo - SP

Publicado: Segunda, 04 de Junho de 2018, 18h24 | Última atualização em Quarta, 13 de Junho de 2018, 20h05
imagem sem descrição.

Professores de Língua Portuguesa de todos os estados da Região Sudeste se reuniram em São Paulo-SP, no dia 15/05/18, para discutirem o “redesenho” do projeto da Olimpíada de Língua Portuguesa (OLP). Até agora, ocorreram cinco encontros, respectivamente, com as cinco regiões do Brasil. Nesse dia, os professores, juntamente a representantes e técnicos do CENPEC, UNDIME, CONSED, Itaú Social, TV Futura e MEC, analisaram o que poderia ser alterado e o que deveria ser mantido em relação a: 1) Divulgação e mobilização para inscrição do professor e aluno; 2) Formação, institucionalidade e premiação da Olimpíada de Língua Portuguesa. Foi um dia muito produtivo, de muita discussão e apontamentos para melhoria da OLP, a qual teve sua primeira edição em 2008.

Até então, o concurso de textos acontecia nos anos pares, contemplando quatro categorias: poema (5º. e 6º. anos do Ensino Fundamental); memórias (7º. e 8º. anos do Ensino Fundamental); Crônica (9º. ano do Ensino Fundamental e 1º. ano do Ensino Médio); Artigo de opinião (2º. e 3º. anos do Ensino Médio). Nos anos ímpares, ocorria a formação de professores de Língua Portuguesa, com a oferta de vários cursos on-line e presenciais. Em 2018, o concurso de textos não ocorrerá, devido aos encontros com professores das cinco regiões do Brasil para reconstrução do projeto, visando tornar a OLP mais efetiva nas escolas e no currículo de Língua Portuguesa da Educação Básica. O concurso de textos acontecerá em 2019, já em novo formato.

Representando o Espírito Santo, estiveram presentes a professora Adriana Pin (representando a equipe de Linguagens do Ifes – Campus São Mateus) e a professora Noelma Nascimento Pinheiro (representando as escolas estaduais de Montanha-ES). Também esteve presente a equipe de ancoragem da OLP no Espírito Santo, representando UNDIME, UFES e SEDU.

Segundo a professora Adriana Pin, “a OLP não é apenas um concurso de textos, mas uma oportunidade constante de formação de alunos no que se refere à produção e reescrita textual, por meio das oficinas e de um material didático de extrema qualidade e atualíssimo. Também oportuniza formação aos professores por meio de cursos on-line e presenciais. Conseguimos participar de todas as edições da OLP, sempre classificando nossos alunos, os quais viveram experiências valorosas nas etapas regionais e nacionais.”.

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página