Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Projeto Cultura Golfística

Publicado: Quinta, 07 de Dezembro de 2017, 10h13

Durante os anos de 2016 e 2017, desenvolvemos um projeto de extensão no Campus São Mateus denominado Cultura Golfística. Neste final de 2017, fomos convidados para apresentar o projeto no Clube do Golfe Capixaba no próximo dia 11/12/17. Este evento tem por finalidade "premiar" os estudantes que apresentaram melhor desempenho na aprendizagem de golfe, tendo como prêmio um dia no Clube Capixaba de Golfe, na qual eles poderão apresentar sua aprendizagem aos responsáveis pelo Clube (que nos apadrinharam no projeto e serem assistidos por dois instrutores de golfe federados. O coordenador do projeto, professor  Fabricio Borelli, juntamente com os professores Vinícius Silva da Cunha e Giuliano Gonçalves de Souza  enfatizam que sentem-se muito honrados com o convite do Clube Capixaba de Golfe porque isto traz visibilidade para a importância dos projetos de extensão desenvolvidos no Ifes junto à comunidade do bairro Litorâneo.

 

Os alunos foram selecionados na Escola Municipal de Ensino Fundamental Vereador Laurindo Samaritano, no bairro Litorâneo. As pedagogas da escola fizeram a seleção dos estudantes do turno da manhã e da tarde. Na turma da manhã, foram selecionados 12 estudantes que frequentam as aulas de golfe toda quinta-feira às 14:30. E no turno vespertino foram selecionados 08 estudantes, que frequentavam aulas de golfe também às quinta-feiras, porém, às 8:30. Durante as aulas que duram por volta de 1h, além de treinar a parte técnica para se jogar, dialoga-se com os alunos sobre a importância do respeito, do silêncio, do compromisso, da cordialidade, ou seja, o comportamento e a conduta necessários para se praticar o esporte. A oferta do projeto do golfe ocorreu por acreditar na premissa de que o golfe não exige somente técnica, mas todo um estado de espírito, uma mudança interior, um sentimento de superação constante. Trata-se de esporte mental e psicológico, na qual precisa se autoconhecer.

Para o evento específico do dia 11.12, no Clube Capixaba de Golfe, foram selecionados os estudantes que apresentaram melhor rendimento na parte técnica, na qual todos passaram por uma avaliação, cujos resultados revelaram 09 estudantes que se destaram nas atividades propostas. Sendo 05 estudantes que frequentam aulas de golfe pela manhã e 04 que frequentam as aulas de golfe a tarde.

Para Fabrício, a oferta pública deste esporte, em parceria com escola pública em bairro classificado em vulnerabilidade social, permitiu uma quebra de paradigmas de que o golfe fosse um esporte da elite. "O golfe é apenas um esporte, e  a apreciação e sua prática depende inicialmente do acesso. E.. a gurizada mostrou muito entusiasmo e persistência nesta prática esportiva" , enfatiza. Acrescenta também que além disto, no Campus Serra, está sendo desenvolvido um TCC que visa a "construção" de um aplicado de golfe para avaliar o swing dos golfistas. A origem deste aplicativo surgiu em parceria ao pedido do projeto Cultura Golfística e alguns estudantes estão desenvolvendo o aplicativo. 

Fabrício ressalta que em 2018 espera ter resultados mais científicos, como a consolidação do aplicativo, equipamentos de golfe e avaliação dos participantes do projeto em referência à conduta e comportamento na vida acadêmica.

registrado em:
Fim do conteúdo da página